Quem tem promessa de Deus não morre?

É comum ouvirmos dentro das igrejas e até fora delas que “Quem tem promessa de Deus não morre!” Mas é isso uma verdade bíblica? Será mesmo que a bíblia diz isto sobre os herdeiros da promessa?

 

Primeiramente, para compreendermos todas as questões da fé cristã e também esta, é necessário termos um fundamento em mente: A bíblia é a única e absoluta regra de fé para o cristão! O cristão não pode tirar de NENHUM outro texto, livro, mensagem, música e etc doutrina para sua fé. Se fizer isto estará se desviando dos caminhões do Senhor e logo cairá em apostasia.

Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redarguir, para corrigir, para instruir em justiça;

2 Timóteo 3:16

Isto posto, vamos ao assunto principal.

É possível que muitos crentes hoje creiam nesta afirmação devido ouvirem em canções e mensagens, mas eu reitero que somente a Palavra de Deus é a regra de fé para o crente. Qualquer coisa que vier contra a Palavra é heresia!

Mas afinal, quem tem promessa de Deus morre ou não? A resposta é: MORRE SIM!

A morte física é algo que todos estamos sujeitos a passar e um crente que tenha promessas do Senhor não está livre dela, principalmente se este estiver desviado dos caminhos santos do Pai.

Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas; mas vendo-as de longe, e crendo-as e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.
Hebreus 11:13

Acredito que texto mais claro não há sobre esse assunto. Na carta aos Hebreus o autor vem falando da fé dos que houveram antes de Cristo e que se submeteram à vontade do Pai e que morreram sem receber as promessas que lhes tinham prometido. Logo, ter uma promessa do Senhor não é como escuto para a morte até que ela se cumpra.

Lembro-me da história de um irmão que estava desviado dos caminhos do Senhor e que sempre era alertado para que se arrependesse. Ele dizia que tinha promessa e já tinha até planejado a data em que voltaria aos caminhos do Senhor. Infelizmente a morte chegou antes de que ele fosse reconciliado com o Pai.

Por fim, devemos estar atentos ao que a Palavra do Senhor diz a respeito das doutrinas e segui-las para permanecermos fieis a sã doutrina. O crente não pode se deixar levar por opiniões alheias, filosofias mundanas e nem conceitos que não vem da bíblia. A bíblia é a única regra de fé para o crente!

Anúncios

Depravação Total: O homem está espiritualmente morto até que Deus o regenere.

A Depravação Total é um dos artigos da fé cristã defendida por vertentes tanto calvinistas como arminianas. Tanto os escritores João Calvino como Jacó Armínio entendem que o homem é totalmente mau e que necessita da misericórdia de Deus para ser salvo.

Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram.
Romanos 5:12.

Que através de Adão o pecado entrou no mundo e contaminou todos os posteriores não deixando um único justo.

Essa é a doutrina do pecado original de Agostinho de Hipona. Sabendo que foi através do pecado que toda a humanidade foi contaminada, era necessário uma obra para que a humanidade pudesse se salvar. Essa obra foi a obra Redentora de Cristo.

Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um muitos serão feitos justos.
Romanos 5:19

No versículo 19 vemos claramente que pela obediência de Cristo para cumprir a sua missão na terra que muitos serão feitos justos.

Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.
João 15:5

O próprio Cristo ensinou que necessitávamos dele para fazer qualquer coisa. Essas palavras são bem profundas. Ele disse que sem Ele não poderíamos dar fruto algum e que necessitávamos dEle para fazermos algo.

Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
1 Coríntios 15:22

Paulo na primeira carta aos coríntios fala que seremos vivificados em Cristo. Esse versículo é bem direto pois mostra que o homem recebeu a morte ( o pecado ) por Adão e por Cristo recebeu a salvação.

Outro ponto interessante é que essa doutrina refuta vários ensinamentos falsos e heresias que pregam que o homem não está totalmente morto. Que o homem pode fazer algo bom mesmo não estando em Cristo e etc.

Heresias como pelagianismo que prega que o homem não é refém do pecado original, ele somente segue-o por ter sido o único exemplo conhecido ( até Cristo vir até nós ), ganharam muitos seguidores e até hoje ainda tem servos que acreditam em seus ensinamentos.

Em seu estado pecaminoso e caído, o homem não é capaz de e por si mesmo, quer seja pensar, querer ou fazer o que é, de fato, bom; mas é necessário que seja regenerado e renovado em seu intelecto, afeições ou vontade e em todas as suas atribuições, por Deus em Cristo através do Espírito Santo, para que seja capaz de corretamente compreender, estimar, considerar, desejar e realizar o que quer que seja verdadeiramente bom.

Jacó Armínio

O homem está totalmente morto e somente o Senhor e ninguém mais pode salvá-lo deste estado.

É necessário que a Igreja se volte às escrituras e atente aos mandamentos, dogmas e crenças para prevenir-se de cair em apostasia e heresias.